Empreendedorismo

5 canais de aquisição de clientes que toda startup deve explorar


O projeto da sua startup já está completo e você se sente pronto para ganhar o mercado. O problema é que a lista de clientes do negócio ainda é muito modesta, certo? Pois fique tranquilo! Conquistar clientes não é uma tarefa fácil para empresas novas, porém saiba que é algo perfeitamente possível! Para isso, basta aliar trabalho e planejamento.

A busca de mercado precisa ser pensada de forma profissional, sendo que toda empresa deve possuir um plano de aquisição de clientes. Este deve ser composto de vários itens, que funcionarão de forma complementar, sempre com o objetivo de promover a marca e conquistar novos consumidores. Com sua startup não pode ser diferente!

5 canais de aquisição para conquistar clientes

Abaixo há uma lista com os cinco canais de aquisição de clientes que toda startup deve explorar. Analise quais e quantos deles são viáveis para o seu negócio e, a partir das dicas, monte seu plano de ação. Se trabalhar com seriedade e empenho, os resultados serão certeiros!

1 – Indicações

À primeira vista, pode lhe parecer estranho tratar as indicações como um canal de aquisição para conquistar clientes. Saiba, porém, que elas são uma poderosa ferramenta de aproximação entre sua startup e a nova clientela. O raciocínio é muito simples: consumidores felizes são a melhor propaganda que qualquer empresa pode ter. Por isso, encare esse fato e estabeleça uma política de indicações para seu negócio.

Clientes satisfeitos vão, naturalmente, indicar os serviços da sua empresa para amigos. O importante é saber que você pode potencializar essas indicações! Uma boa tática é pedir por elas durante reuniões ou contatos telefônicos. Mas também é possível partir para uma estratégia mais agressiva e oferecer vantagens para quem levar novos clientes para sua startup.

2 – Email Marketing

A boa e velha correspondência ainda é uma das maneiras mais práticas e rápidas de comunicação. Obviamente que ela se modernizou e que sua startup não vai ficar enviando mala direta pelos Correios. A dica é: trace um cronograma para envio periódico do chamado email marketing às pessoas que já são consumidoras dos seus serviços, assim como aos clientes em potencial. Para que essa estratégia funcione é necessário atenção a três quesitos básicos!

Informação atualizada

Cada novo email disparado precisa ter informações novas; ninguém quer receber “notícia velha” na caixa de entrada.

Visual atraente

O material precisa ser elaborado com alta qualidade gráfica para atrair a atenção do leitor.

Banco de dados crescente

Crie estratégias para ampliar seu banco de dados e cuide para que os informes sejam enviados a um número cada vez maior de pessoas.

3 – Blog

Vamos partir do princípio de que sua startup já possua um site, para disponibilização das informações institucionais. (Essa é uma ação básica nos dias atuais, especialmente para negócios que envolvem inovação e tecnologia). Então agora é hora de investir na criação de um blog. A página será um canal indispensável para conquistar clientes para a seu negócio!

Utilize o blog para postagem de material com conteúdo relevante, que efetivamente tenha utilidade para o consumidor. Faça com que essa página se torne uma referência na busca por informação de qualidade, dentro do seu nicho. Essa estratégia, denominada Marketing de Conteúdo, fará com que sua marca se torne uma autoridade no mercado. Com o passar do tempo, seus leitores se transformarão em clientes!

4 – SEM e SEO

Outra questão fundamental dentro de todo esse processo é o uso do Search Engine Marketing (SEM) e Search Engine Optimization (SEO), técnica que garante o bom posicionamento dos links corporativos (que podem ser patrocinados ou não) nas buscas da Internet. Porque isso é tão importante? Simplesmente para possibilitar que os consumidores encontrem o site e o blog da sua startup na hora em que estiveram fazendo pesquisas por serviços ou produtos semelhantes aos seus.

Entenda que por meio de ferramentas como o Google será possível adquirir muitos novos clientes. O importante é estar acessível! Se o internauta precisar verificar dez páginas de buscas para encontrar seu link, suas chances de sucesso são mínimas. Então o grande truque nesse caso é saber trabalhar com a palavra-chave correta. O ideal é que ela faça parte do nome da sua marca ou do domínio das suas páginas na web. E se for possível investir, trabalhe com links patrocinados para obter resultados ainda melhores!

5 – Redes sociais

As redes sociais também não podem ficar de fora do plano de aquisição de clientes. Muito provavelmente você já criou perfis para sua startup no Facebook e no Twitter, por exemplo. Porém, será que está utilizando-os da maneira correta? Lembre-se: não adianta ter milhares de seguidores e fãs se esse pessoal não estiver entre seus clientes em potencial. Então o segredo é melhorar a qualidade dessa comunicação, de maneira a atingir seu público-alvo.

“Mas como fazer isso?”, você deve estar se perguntando. Comece a participar (ativamente) de grupos para discussão de assuntos relacionados ao seu ramo de atuação. Depois, crie seus próprios espaços de debate. Dessa forma, você estará se comunicando diretamente com seu público-alvo. Essas pessoas são importantes porque também partirá delas o maior número de comentários, likes e retweets dos perfis de sua startup. E a consequência disso tudo? Maior visibilidade e mais clientes!

Economia
Saiba porque mídia social é um pré-requisito
Marketing
Um logo por $99
Marketing
Confirmar como amigo?