Gestão

8 passos para um planejamento estratégico matador!


O planejamento estratégico, apesar de não ser uma novidade, ainda é uma ferramenta pouco utilizada, já que muitos empresários não sabem por onde começar. Neste post você vai entender melhor o que é o planejamento estratégico, como ele pode ser implementado em sua empresa independentemente do porte ou do momento em que ela se encontra e quais as vantagens que ele irá trazer para o seu negócio.

1. Compreenda o que é o planejamento estratégico

O planejamento estratégico pode ser definido como uma técnica ou ferramenta da administração que irá auxiliar na definição de metas e objetivos de sua organização. Mais do que isso, ele irá mostrar quais são as possíveis estratégias e também os recursos envolvidos para que você possa alcançar o que almeja. Não importa o porte de sua empresa ou se ela ainda é uma startup, o que importa é o reconhecimento de possibilidade de crescimento, reposicionamento ou mudança.

Outro fator importante é saber que o planejamento estratégico não é algo que não pode ser modificado ou que é engessado. Na realidade é importante que isso faça parte do processo, já que nem tudo acontece conforme esperado, precisamos estar prontos para realinhar a direção sempre que necessário.

2. Defina a missão, visão e valores

Para empresas que estão começando ou para aquelas que querem mudar de ramo ou até mesmo se reposicionar no mercado a definição da missão, da visão e dos valores da empresa é o primeiro passo para o planejamento estratégico. Isto ocorre porque a empresa precisa saber onde está e para onde quer ir, o que só é possível com o profundo conhecimento da essência desta.

3. Entenda seus objetivos e metas

Uma forma de definir objetivos e metas é a utilização da sigla SMART (que em inglês significa esperto). O “S”está relacionado a definição dos objetivos da empresa que precisam ser específicos e precisos, já o “M” está relacionado com a possibilidade de mensuração dos objetivos que para serem alcançados precisam ser analisados de acordo com valores, volumes ou outra forma definida pela empresa.

A letra “A” pode ser traduzida por Atingível e pede que os objetivos sejam assim. Dessa forma, nada de colocar objetivos e metas audaciosos e impossíveis de serem alcançados. A realidade faz parte da sigla representada pela letra “R”, que indica que os objetivos deverão ser realistas ou ainda que devem estar de acordo com a realidade da empresa em questão. Por fim, o “T” apresenta a relação de tempo, sendo que este deverá ser definido para que as tarefas possam ser executadas, monitoras e avaliadas.

4. Conheça seu mercado

O conhecimento do seu mercado e de todos os componentes deste é outra etapa necessária para a boa implementação e execução do planejamento estratégico.

Conhecer fornecedores, concorrentes e também os seus clientes deve ser uma das suas prioridades, já que sem estes três elementos é impossível saber como orientar as atividades de sua empresa. Em especial para as startups este é um momento decisivo, já que o posicionamento da empresa depende destes elementos.

Além destes elementos, aqui é preciso estar consciente de que algumas situações poderão influenciar a sua empresa como a economia e a política do país, aumento ou diminuição da taxa do dólar ou ainda como seu produto está posicionado em relação à concorrência.

5. Avalie a sua empresa

Para avaliar a sua empresa, você deverá examinar desde seu maquinário, passando por seus funcionários e suas habilidades e capacitações, até os recursos financeiros que estão e que estarão disponíveis. Este é o momento de reconhecer as qualidades e fraquezas da sua empresa, definindo formas de manter ou ainda melhorar os seus pontos fortes e corrigir aqueles que foram considerados como fracos. O SWOT é uma ferramenta que pode contribuir para essa avaliação.

Não importa se você ainda está começando ou se sua empresa já está estabelecida, o importante é ser realista e reconhecer os recursos que você tem e também os que serão necessários para o bom andamento do planejamento estratégico.

6. Conte com a participação de todos

O planejamento estratégico, além de objetivo, precisa da colaboração de todos os empregados da empresa, passando pelo chão de fábrica até a alta gerência, isso porque o planejamento é um processo integrado e que deve passar por diferentes etapas para que sejam alcançados os objetivos.

Ouvir e implementar ações propostas por empregados, além de motivar seus colaboradores, mostra o entendimento do papel de cada um dentro da organização e de como estes conhecimentos, por área ou processo são necessários para o planejamento.

7. É preciso implementar

Após conhecer todos os requisitos para você definir como será o seu planejamento estratégico, chegou a hora de implementá-lo, já que o problema de muitas empresas aparece nesta hora e está relacionado a como tirar as ideias do papel e partir para a ação.

Assim, analise se há uma oportunidade de crescimento ou mudança de sua empresa. No caso da missão, por exemplo, se você ainda está com dificuldades em defini-la é preciso ter cuidado, pois será que você está sabendo reconhecer qual é a da sua empresa? Lembre-se de que todos os envolvidos precisam entender, de forma clara, o que irá acontecer já que a participação de todos será necessária.

Os objetivos também precisam estar definidos de maneira clara e concisa, uma vez que não é possível alcançar algo de que não se tem certeza. Não criar muitas estratégias para cada objetivo ou simplificar a forma como estes serão executados pode ser um caminho para o sucesso.

Outra possibilidade para a implementação do planejamento é a divisão do seu negócio nos principais tópicos que devem ser tratados no planejamento como:

  • Clientes
  • Receitas
  • Despesas
  • Concorrentes
  • Fornecedores

E outros que você separar e reconhecer que fazem parte do seu ambiente. Após isso é só desenhar como sua empresa está e como você a imagina em um período futuro, que pode ser de um, dois ou três anos. Se você consegue imaginar e descrever o que irá acontecer, seu planejamento está tomando forma e está no caminho para a correta execução.

8. Use modelos de gestão de sucesso

O Balanced Scorecard é um modelo proposto para desenvolver o planejamento estratégico e trabalha com a análise da causa/efeito em quatro diferentes perspectivas: financeiro, clientes, processos internos e aprendizado e crescimento. O BSC deverá estar alinhado com a visão, metas e objetivos da empresa e permite entender melhor o impacto das ações para que a empresa consiga seus objetivos.

Neste post você viu que o planejamento estratégico é formado por uma série de ações que vão desde a definição da visão, metas e objetivos da empresa, passando pela inserção de todos os colaboradores no processo e o reconhecimento do ambiente, pontos fortes e fracos da empresa. Por fim, você viu que é preciso agir e começar a implementar, utilizando modelos como o BSC para verificar se o que foi previsto está sendo executado.

Você também pode se interessar em construir um plano de negócios, não deixe de olhar meu guia absolutamente completo.

Quer colocar isso em prática? Cadastre-se na minha lista VIP e receba conteúdos exclusivos que não são compartilhados por aqui.

Categoria Ferramentas
Organização pessoal: Como se tornar extremamente eficiente
Categoria Ferramentas
Como ser mais produtivo: remova aquilo que te atrapalha
Negócios
Quanto tempo você vai demorar para entender?