Performance

Aprenda tudo sobre a dieta lowcarbs


A busca pelo corpo e saúde perfeita sempre trás a tona novos conceitos de alimentação e novas propostas de dieta. Um modelo alimentar que volta a aparecer nas capas de revista, televisão e consultórios de saúde é a dieta lowcarbs, que em tradução simples significa “pouco carboidrato”.

Dieta de Atkins: a precursora

Esta dieta não é uma novidade na área da saúde visto que seu primeiro modelo foi elaborado pelo cardiologista americano Robert Atkins em 1972. A dieta de Atkins ficou famosa por promover o consumo indiscriminado de proteínas e gorduras e restringir ao máximo o consumo de carboidratos. Ela foi elaborada por meio da observação da alimentação de esquimós. De acordo com o cardiologista, o consumo de proteínas induzia um quadro de cetose, quadro metabólico onde há uso de proteínas e gorduras como substrato de energia, que era responsável pela redução e controle do apetite.

A grande premissa da dieta de Atkins era que o açúcar proveniente dos carboidratos é o vilão da obesidade. Esse estilo alimentar rendeu muitas críticas ao médico americano, especialmente por permitir o consumo de qualquer proteína sem considerar o perfil gorduroso dos alimentos consumidos. Isso pode prejudicar as taxas de colesterol no sangue e as funções cardíacas do indivíduo adepto a esta dieta. Além disto há uma importante deficiência de vitaminas e minerais, devido a ausência do carboidrato na alimentação. Isso obriga o consumo de polivitamínicos durante o período da dieta. Curiosamente Atkins morreu em 2003, exatamente um ano depois de sofrer um infarto.

Dieta Dunkan e South Beach

A alimentação proposta por Atkins, apesar de não ser tão difundida nos tempos atuais, deixou algum legado. A dieta criada pelo médico francês Pierre Dunkan varia a alimentação em quatro períodos de 10 dias, com foco na restrição do consumo de carboidratos e promoção da ingestão de proteínas e frutas.

A dieta de South Beach, que é muito semelhante a Dunkan, promove a restrição de carboidratos por um período curto de dois meses. Estes dois estilos alimentares carregam a mesma premissa de Atkins: a exclusão do carboidrato auxiliaria no controle do peso e dos níveis de insulina sanguíneos.

Dieta LowCarbs

A alimentação Lowcarb promovida atualmente segue as premissas das primeiras dietas de baixo consumo de carboidratos citadas acima, com algumas pequenas alterações. O consumo de carboidrato deve ser mínimo e de fontes integrais, variando de 20 a 60g ao dia. Essa quantidade equivale a menos do que 20% do valor calórico total ingerido ao dia. O resto das calorias deve ser obtido primariamente através de proteínas, leguminosas e vegetais.

O objetivo da dieta Lowcarb, além do controle do peso promovido pela restrição do consumo de carboidratos, é o controle da hiperglicemia e resistência insulínica, quadros comuns em indivíduos com sobrepeso e diabetes. A redução do consumo de carboidrato diminui os níveis de glicose no sangue e controla as concentrações de insulina sérica, diminuindo o risco de gerar um quadro de resistência insulínica.

Vantagens da dieta LowCarbs

Perda de peso: Devido ao baixo consumo de carboidratos, o processo de perda de peso neste estilo de alimentação é muito rápido. Isso ocorre porque o organismo começa a ter menor estoque de glicose livre no sangue e vai começar a utilizar as proteínas como fonte principal de energia para viver.

Alimentação equilibrada: Na alimentação LowCarbs atual, o consumo de fontes integrais de carboidrato, mesmo que em pequenas quantidades, confere uma fonte importante de vitaminas, minerais e fibras alimentares. Além disso, ela garante o consumo de alimentos mais naturais e menos processados, como ocorre com carboidratos não integrais.

Diversificação: O consumo de vegetais, leguminosas e carnes é mais frequente em praticantes desta dieta.

Rapidez: É uma dieta de períodos curtos, não demandando longos períodos de sacrifício e restrição alimentar para o organismo.

Desvantagens da dieta Lowcarbs

Redução da massa muscular: Já foi comprovado que o carboidrato tem pequena influência na construção de tecido muscular, porém, por menor que seja, ele tem uma influência. O quadro de cetose não é uma situação metabólica considerada saudável para o organismo humano. O uso das proteínas como fonte de energia para o nosso dia a dia pode reduzir significativamente a nossa massa muscular e, em quadros mais graves, atingir a função de alguns órgãos.

Toxinas: A cetose é também associada ao mal hálito, dores de cabeça frequente e confusão mental, devido a produção de um composto tóxico por causa da quebra excessiva de proteínas.

Fadiga: A fadiga é uma situação frequente em seguidores da dieta LowCarbs, especialmente após a prática de atividades físicas. Isso ocorre porque o carboidrato é a fonte mais fácil e imediata de energia para o organismo. Sem ele a sensação de cansaço é mais forte, e há riscos de mal estar durante a prática de algum exercício.

Deficiência vitamínica: Em dietas restritivas em carboidratos há o risco de deficiência na ingestão de vitaminas, minerais e fibras, uma vez que o indivíduo pode optar por não consumir este tipo de alimento.

Como qualquer outra prática restritiva a alimentação, a dieta LowCarbs apresenta suas vantagens e desvantagens. A observação mais importante sobre este ou qualquer outro tipo de dieta é que os indivíduos podem responder de maneira diferente a estímulos diferentes. O que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra. Por isto é importante procurar sempre um profissional da saúde antes de escolher um tipo de alimentação a se seguir. Ele pode lhe ajudar a potencializar as vantagens e reduzir as desvantagens de uma dieta restritiva. A saúde e o corpo perfeito são alcançadas com esforço e dedicação, porém sem radicalismos.

Nota: Não sou nutricionista ou médico, caso você tenha interesse em pôr em prática as sugestões acima, sugiro que procure um profissional para lhe orientar.

Performance
Smart Drugs: Meu experimento
Performance
A pílula da inteligência mais usada no mundo: Modafinil
Performance
Melatonina: aprenda a regular o seu sono