Marketing Digital

Escrevendo um livro de 200 páginas em 30 dias


Neste post gostaria de contar um pouco da minha experiência enquanto escrevendo um livro. No post anterior eu falei a respeito do NaNoWriMo, um dos maiores eventos literários do mundo, onde milhares de pessoas se reúnem com um mesmo objetivo:

Escrever um livro de duzentas páginas em trinta dias.

Escrevendo um livro: como eu defini o assunto

Sempre tive vontade de escrever um livro. Anos atrás cheguei a conclusão de que um dos temas que eu mais gostava e conhecia era GNU Emacs, um editor de texto bastante conhecido no mundo Unix. Na época eu era um desenvolvedor, participava das listas de discussões e ainda contribuía com códigos, e desde aquela época tenho permissão de escrita no repositório.

Assunto definido, cheguei a completar quatro capítulos do livro. Até conheci um editor que se mostrou motivado a publicar o livro, mas o tempo foi passando, passando, e o capitulo cinco nunca veio. Pouco mais de um ano atrás, a vontade de terminar o livro voltou, entrei em contato com o editor, mas a resposta foi negativa. Este já não era um título interessante para a editora.

Poucos meses depois conheci o NaNoWriMo e resolvi mergulhar de cabeça, por um mês de sacrifícios eu não iria morrer. O tema escolhido foi business. Gestão de equipes, contratação, planejamento estratégico, e tudo mais que faz parte desse universo.

Um dos detalhes do NaNo é que você não deve ser preocupar com revisão no mês em que está escrevendo um livro. O importante é produzir linhas e chegar as cinquenta mil palavras. Como dizem, o mês de revisão é Dezembro.

O início do processo

Comecei montando uma planilha para acompanhar minha evolução: uma linha para cada dia, uma coluna para meta atual, outra para quantidade escrita, e uma de percentual concluído. No fim, acabei colocando algumas outras mais, que trouxeram informações bem interessantes.

escrevendo um livro

Além desta planilha, utilizei o que considero a melhor ferramenta para um escritor, ou qualquer pessoa que queira organizar longos textos, o Scrivener. Inclusive escrevi um post sobre ele no passado.

Deveria escrever 1667 palavras por dia, e ao final dos 30 dias, alcançar a meta de 50mil palavras — ou 200 páginas. Os primeiros dias foram maravilhosos, escrevia minha meta diária e estava fácil até demais. Um pouco mais a frente, apanhei um dia ou dois com a falta de assunto, custei para completar minha cota, mas isso durou pouco, logo estava cheio de assunto para escrever novamente.

Em um determinado momento tive uma viagem para fazer, certamente não conseguiria escrever no final de semana, adiantei tudo ao longo da semana e passei o final de semana relaxando.

Na segunda-feira seguinte, um problema inesperado no trabalho. Não pude escrever uma linha sequer, isso se repetiu até quinta, que eu já não tinha mais o problema do trabalho, mas estava tão cansado que a última coisa que eu queria pensar era em escrever.

escrevendo um livro written_per_day

Palavras escritas por dia

Depois isso virou uma bola de neve, fiquei sem escrever um total de doze dias. Confesso que desisti. “Eu escrevendo um livro?”, me perguntava. Eu tentava me convencer mentalmente de que não valia mais a pena continuar, estava com tantas tarefas no trabalho e na vida que por algum momento acreditei.

No último domingo antes do término, dia vinte e nove de Novembro, voltei de uma viagem de final de semana, eu tinha exatas 34mil palavras escritas, já era noite e só para ver o tamanho da bronca que viria pela frente, brinquei com a planilha. Se quisesse terminar, precisaria escrever 16mil palavras em dois dias. Impossível — pensei.

escrevendo um livro Orçado vs. Realizado

Orçado vs. Realizado

Deixei tudo e fui cuidar da vida. Mas a ideia não saiu tão fácil da cabeça. Havia me comprometido a escrever um livro no mês de novembro, abdiquei de tantas coisas, cheguei tão longe, como é que eu iria desistir.

Eu sempre acompanhava a evolução de outras pessoas pelo site, e tinha pessoas que estavam muito atrasadas, mas quando acessei o site naquele domingo, todos eles, até os mais atrasados, já estavam com a faixa roxa de ganhadores, eles haviam completado 50mil palavras.

Não sei de onde eu tirei motivação e garra, escrevi sem parar, avancei madrugada adentro e cheguei as 40mil. Fui dormir após escrever quase 7mil palavras. Estava bem confiante de que no dia seguinte conseguiria escrever mais 9mil ao longo dia.

Qualquer momento de pausa era motivo para escrever quinhentas ou mil palavras. Eu não tinha mais um segundo a perder. Qual não foi a minha surpresa ao olhar para minha planilha final e crer que eu consegui escrever 16mil palavras em dois dias, isso corresponde a aproximadamente 64 páginas. Eu consegui! Escrevi um livro de 200 páginas em 30 dias.

escrevendo um livro Evolução por dia

Evolução por dia

Marketing Digital
Quantos leitores tem o seu blog?
Marketing
Persona: entendendo o seu público
Categoria Ferramentas
Livro: DONO – Um Caminho Revolucionário para o Sucesso da sua Empresa