Performance

A pílula da inteligência mais usada no mundo: Modafinil


Escrever sobre Modafinil no último artigo de biohacking foi um sucesso, um relato sobre o uso do smart drug Modafinil, apesar de longo, muito interessante. Como bastante gente se interessou pelo tema, hoje entro em mais detalhes sobre a tão famosa pílula da inteligência.

O modafinil é um fármaco desenvolvido para o tratamento da narcolepsia (situação patológica caracterizada pelo sono excessivo) e da apnéia obstrutiva do sono. Porém, nos últimos anos, o seu uso para aumento da concentração, da capacidade cognitiva e do período desperto tem se tornado muito popular. Especialmente em ambientes acadêmicos, estima-se que 1/4 dos estudantes das principais universidades tenham experimentado Modafinil.

Muitas pessoas já fazem uso de drogas para turbinar seu raciocínio. Entre as substâncias mais corriqueiras nesse uso podemos citar a cafeína, efedrina e a ritalina. Entretanto, o modafinil está faturando fortunas e sendo vendido de maneira assustadora em todo o mundo. É a pílula da inteligência do momento. Sua popularidade é tamanha que cientistas já fazem pesquisas sobre seus efeitos e vêm obtendo resultados surpreendentes.

Os relatos pessoais também atestam melhoria em diversos aspectos, mas a que preço isso vem? A droga é realmente segura? Quem pode e quem não pode fazer uso? Vamos explicar os conceitos básicos dessa substância e esclarecer os riscos do seu uso, especialmente quando não for precedido de orientação médica.

O que o modafinil faz?

Sua principal ação consiste em aumentar a concentração de dopamina, norepinefrina, acetilcolina e serotonina na fenda sináptica. Esses neurotransmissores têm relação direta com o estado de alerta e sono, sendo preponderantes na regulação do ciclo circadiano. Esse aumento tem como resultado a ampliação do poder de concentração e a diminuição da necessidade de sono, estendendo o período desperto. Com isso, o modafinil acaba produzindo efeitos psicológicos como excitação e aumento da autoconfiança.

Como o modafinil é tomado?

Seu modo de uso mais comum consiste na ingestão, uma vez ao dia, de um comprimido de duzentos miligramas. Geralmente é tomado de manhã no tratamento da narcolepsia ou da apnéia obstrutiva do sono.

Quais são as contra indicações?

Na verdade esse medicamento só deve ser prescrito para pacientes portadores das patologias específicas e que também possuam capacidade de saúde compatível com seu uso. Mas as contra-indicações específicas são para crianças, hipertensos e pessoas com histórico de arritmias cardíacas.

Quais são os efeitos colaterais da tão famosa pílula da inteligência?

Os efeitos colaterais provocados pelo modafinil são irritabilidade, excitação, tremores, tontura, dor de cabeça, náusea, dor abdominal, pressão alta e palpitações. Esses efeitos podem ser muito perigosos, especialmente para quem possui problemas cardíacos ou circulatórios, precipitando arritmias e acidentes vasculares. Já foi relatado também o surgimento de problemas de pele decorrentes do uso.

Existem pessoas como Dave Asprey, que afirmam ter utilizado o medicamento por diversos anos consecutivos, sem qualquer efeito colateral e ter conquistado grandes beneficios. Ele afirma também ter "aprendido" a operar seu corpo de uma forma mais eficiente.

Nomes comerciais

No Brasil, a pílula da inteligência é distribuída sob o nome de Stavigile. Porém no exterior ela é comercializada sob alcunhas como Provigil, Vigil, Modioda, Modavigil, Vigicer, entre muitas outras.

Opiniões do meio científico

Muitos estudos vêm sendo realizados a respeito dos efeitos benéficos ou não desse medicamento. Embora se aconselhe como consenso que o remédio só tenha uso com prescrição médica, houve até um manifesto assinado por pesquisadores de sete universidades dos Estados Unidos pedindo a liberação do fármaco, pois sua melhora na capacidade cognitiva traria diversos benefícios para a ciência.

O Ministério da Defesa do Reino Unido também fez um estudo bem interessante com diversas drogas incluindo Modafinil e seus efeitos no âmbito militar, e os resultados são bem interessantes.

Acredite na sua capacidade!

Embora não seja raro ouvir que o uso de estimulantes da inteligência seja magnífico e não acarrete efeitos colaterais, as consequências que seu uso pode causar não estão claras. Existem maneiras mais saudáveis de planejar seu tempo e instigar sua mente para obter os resultados que você precisa. A começar pela dieta e atividade física. Será que compensaria arriscar sua saúde em troca de horas de concentração e excitação? Faça valer sua inteligência desde já, opte pelo caminho saudável para alcançar seus objetivos. O trajeto pode parecer mais longo, mas com certeza será mais seguro!

Performance
Smart Drugs: Meu experimento
Performance
Melatonina: aprenda a regular o seu sono
Performance
Café: o melhor estimulante do mundo